Reuters
Reuters

Diego Hypolito diz que escondeu orientação sexual por medo de perder patrocínios

Ginasta brasileiro afirma que nunca assumiu ser gay para não ter a carreira prejudicada

Redação, O Estado de S.Paulo

08 de maio de 2019 | 16h57

O ginasta Diego Hypolito revelou nesta quarta-feira que é gay e que decidiu não falar nada sobre o assunto anteriormente por receio de que a revelação pudesse atrapalhá-lo na carreira. A declaração foi dada em entrevista ao UOL.

"Eu tinha o sonho de conseguir uma medalha olímpica e faria de tudo para chegar lá, até esconder quem eu era. Eu tinha certeza que se um dia eu saísse do armário publicamente, perderia patrocínios e minha carreira seria prejudicada", disse o ginasta. 

Diego explicou que o sonho de conseguir se tornar um atleta de ponta o fez tomar tal decisão. Ele ainda contou que chegou a ter síndrome do pânico antes de conquistar uma medalha de prata na Olimpíada de 2016, no Rio de Janeiro. 

O ginasta de 32 anos é um dos atletas mais vencedores na história do Esporte brasileiro. Ele conquistou uma medalha de prata no Rio 2016, cinco medalhas em Mundiais, 23 medalhas em Copa do Mundo, dentre outros feitos. 

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
Diego Hypólitoginástica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.