Diego Hypólito se contunde e fica sem novas medalhas

O Brasil saiu sem medalhas no segundo dia de finais da etapa de Xangai da Copa do Mundo de Ginástica, mas a pior notícia foi a contusão de Diego Hypólito durante o exercício nas barras paralelas, no qual terminou em oitavo lugar - último entre os finalistas. Ele saiu com o tornozelo esquerdo bastante inchado do exercício."Quando chegar ao Brasil devo passar por alguns exames para avaliar o que realmente aconteceu. É a primeira vez que machuco esta região?, disse Diego, que já tem dois pinos no pé direito. ?Foi o preço de uma grande competição?, resignou-se. Antes, no salto sobre o cavalo, ele havia ficado com a quarta posição. No sábado, ele havia conquistado a medalha de ouro no solo, sua especialidade - é o atual campeão mundial.Sua irmã Daniele Hypólito, que havia sido sétima colocada nas barras assimétricas, terminou com a quarta posição no solo. Mesmo saindo sem premiações, ela diz que ficou contente com sua atuação. ?Apresentei séries boas, mas as medalhas não vieram. Agora é pegar os vídeos da competição para ver onde errei e aperfeiçoar os movimentos?, explicou.Como a principal prioridade dos brasileiros é a disputa do Mundial de Aarhus, na Dinamarca, de 13 a 21 de outubro, a comissão técnica da seleção brasileira considerou boa a participação dos ginastas em Xangai. ?A Daniele foi a finais importantes e teve boa atuação nas paralelas e no solo, mesmo sem ganhar medalha. Ela mostrou que está crescendo e poderá estar em excelente fase no fim do ano?, afirmou a técnica da seleção feminina, Irina Ilyashenko.Fred Hailer, um dos treinadores do time masculino, adotou o mesmo discurso:?O Mundial é disputado em todos os aparelhos, e o fato de o Diego ter chegado em três decisões é um bom sinal? disse. A próxima etapa da Copa do Mundo será em Maribor, na Eslovênia, de 29 de setembro a 1.º de outubro, mas como a prioridade é o Mundial, os brasileiros devem ficar de fora e voltar apenas em Stuttgart, na Alemanha, de 27 a 29 de outubro. Os melhores em cada aparelho vão à final geral, que será disputada em 15 e 16 de dezembro, em Mônaco.(Atualizada às 9h30)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.