Paulo Liebert/AE
Paulo Liebert/AE

Diretoria do São Paulo ainda busca reforço de impacto

Clube vai apresentar Fabrício, Maicon e Edson Silva semana que vem, mas ainda sonha com um grande jogador

O Estado de S.Paulo

17 de dezembro de 2011 | 03h06

O São Paulo acertou seus três primeiros reforços para 2012: o volante Fabrício, o meia Maicon e o zagueiro Edson Silva. O ex-cruzeirense assina por três temporadas com o Tricolor. Já os dois ex-atletas do Figueirense terão contratos de quatro anos.

Dos três, apenas Fabrício chega para ser titular. Tanto Maicon como Edson Silva, a princípio, serão peças de reposição e terão que conquistar o técnico Leão.

Os acordos já foram feitos entre a diretoria e os representantes dos atletas, mas o clube só fará o anúncio oficial na próxima terça-feira, no evento que marcará também a divulgação do acordo para a construção da cobertura do Morumbi.

Além do trio, outro jogador que também pode ser anunciado no começo da semana que vem é o zagueiro Paulo Miranda.

Embora pretenda anunciar com pompa a chegada dos primeiros reforços, esta primeira leva do pacote de contratações são-paulinas não sairá do jeito que a diretoria queria.

A intenção era também poder anunciar a chegada de um grande jogador, que causasse impacto e que também pudesse ser considerado titular imediato.

O problema foi que nenhuma das negociações mais caras que o São Paulo tentou até agora teve êxito. Nilmar já foi descartado pelo Tricolor. Montillo ficou mais distante depois da rejeição do Cruzeiro à proposta de 6 milhões mais Henrique, Jean e Carlinhos Paraíba.

A diretoria, porém, ainda não desistiu de arranjar um nome de impacto. E a intenção é conseguir ainda em 2011.

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulofutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.