Diretoria do São Paulo espera pela volta de Henrique

A diretoria do São Paulo espera pela reapresentação de Henrique para encontrar uma solução do seu caso. O atacante, destaque e artilheiro do Brasil na conquista do penta Sub-20, disse que não pretende jogar mais no Tricolor por achar que não está sendo valorizado no clube.

, O Estado de S.Paulo

22 de agosto de 2011 | 00h00

Ocorre que Henrique tem contrato até 20 de julho de 2013, portanto, amarrado ao São Paulo. Legalmente, ele não tem como romper o vínculo a não ser que seja liberado. A bronca do jogador é ser pouco utilizado e ter um salário abaixo dos seus companheiros. Henrique recebe de R$ 10 a R$ 15 mil por mês.

Ontem, após o empate com o Palmeiras, o técnico Adílson Batista mostrou intenção em usar o atacante. O que se ouve nos corredores do Morumbi, porém, é que alguns dirigentes ainda precisavam de provas de que o jogador pudesse mesmo vingar no São Paulo. Alguns defendem sua venda imediata para o exterior. A diretoria terá de se pronunciar sobre o assunto nesta semana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.