Diretoria já até prepara a apresentação de Tite

O Corinthians espera anunciar a contratação de Tite até segunda-feira - uma coletiva até já esta sendo agendada para a data. O treinador gaúcho teria acertado o tempo de contrato (dezembro de 2011) e os salários. Ele viria com o auxiliar Cléber Xavier. O empecilho está na liberação dos dirigentes do Al Wahda, clube dos Emirados Árabes no qual ele está apenas desde setembro e que disputará o Mundial de Clubes da Fifa em dezembro. Seu contrato com o clube árabe vai até maio de 2011. A aposta é no bom relacionamento entre o treinador e os dirigentes.

, O Estado de S.Paulo

16 de outubro de 2010 | 00h00

De acordo com Ademir Bacchi, irmão do treinador, Tite está louco para voltar ao País e para reassumir o Corinthians. Ele também estava cotado para substituir Nelsinho Batista após o rebaixamento à Série B, no fim de 2007. Na época, era a terceira opção, atrás de Vanderlei Luxemburgo (queria ganhar R$ 700 mil) e Mano Menezes, que aceitou a missão de reconduzir o time à elite.

Tite, de 49 anos, dirigiu o Corinthians entre os anos de 2004 e 2005 e chegaria para armar a equipe que enfrenta o Palmeiras, dia 24, no Pacaembu. Seriam oito jogos para levar o time, ao menos, à Libertadores de 2011.

Ontem à tarde, no Parque São Jorge, o empresário do treinador, Gilmar Veloz, se reuniu com o presidente Andrés Sanchez e o diretor de futebol Mário Gobbi para "baterem o martelo e definirem os últimos detalhes."

"Não sabia da contratação, estou sabendo agora, mas, se vier, é um bom técnico", disse o volante Elias, aprovando a contratação do novo comandante.

Apesar de o acerto com Tite estar praticamente fechado, o clube ainda não desistiu de acertar com Carlos Alberto Parreira. O nome dos sonhos de Andrés Sanchez se colocou à disposição do Alvinegro a partir de dezembro e deve ser o coordenador de futebol, fazendo um trabalho em todas as categorias.

Depois de divulgar nota jurando que o Corinthians não havia procurado treinadores na quarta-feira, a assessoria corintiana agora fala mais abertamente sobre Tite. "Está bem encaminhado, mas precisamos aguardar. Hoje (ontem) é difícil haver um anúncio", enfatizou o assessor Guilherme Prado."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.