Dirigente da Ponte Preta promete 'faxina' para reduzir elenco

A Ponte Preta segue em busca de reforços para o Campeonato Brasileiro, mas por outro lado, alguns jogadores deixarão o estádio Moisés Lucarelli nos próximos dias. De acordo com o vice-presidente Giovanni Dimarzio, uma lista de dispensa será divulgada.

Estadão Conteúdo

11 de maio de 2016 | 21h00

Sem citar nomes, o dirigente disse que de dez a 11 jogadores serão liberados para reduzir o orçamento, principalmente porque alguns reforços ainda chegarão. Após o Paulistão, a Ponte liberou o zagueiro Ferron, os volantes Marcos Serrato e Eurico, e os atacantes Taiberson, Alexandro e Hugo Ragelli.

O lateral-direito Nino Paraíba interessa ao Santa Cruz e pode ser negociado a qualquer momento pela Ponte, enquanto o volante Jonas perdeu espaço no elenco e também deve sair. Já treina em separado.

Nesta quinta-feira, a Ponte Preta recebe o Genus-RO, no Moisés Lucarelli, e joga por um empate para se classificar à terceira fase da Copa do Brasil. No domingo, o time campineiro estreia no Brasileirão diante do Figueirense, em Florianópolis (SC).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.