Dirigente diz que tentará incluir surfe na Olimpíada

Dirigente diz que tentará incluir surfe na Olimpíada

Presidente da Associação Internacional de Surfe, Fernando Aguerre, está otimista com novas tecnologias

Estadão Conteúdo

27 de outubro de 2014 | 14h09

O presidente da Associação Internacional de Surfe, Fernando Aguerre, afirmou que intensificará a sua campanha para levar o esporte a ser incluído no programa de competições dos Jogos Olímpicos. A promessa foi realizada após o argentino ser eleito para o seu oitavo mandato no comando da entidade.

Aguerre preside a associação desde 1994 e não teve adversário na votação realizada em Punto Rocas, no Peru. A neozelandesa Barbara Kendall, que competiu no windsurfe em cinco edições da Olimpíada - a disputa faz parte do programa da vela nos Jogos - e conquistou o ouro em 1992, em Barcelona, foi eleita uma das vice-presidentes, assim como Casper Steinfath, bicampeão mundial do paddleboard de pé.

O argentino disse que a eleição de Kendall, que é membro do Comitê Olímpico Internacional, e a chegada de novas tecnologias podem marcar uma grande mudança no surfe. "Isso pode nos aproximarmos da admissão aos Jogos Olímpicos". Kendall também exibiu otimismo sobre a possibilidade de o surfe fazer parte das competições da Olimpíada em um futuro próximo. "Com seus jovens fãs e seu atrativo mundial, o surfe pode seguir crescendo e conquistar o objetivo de ser parte do programa olímpico".

Tudo o que sabemos sobre:
surfeOlimpíadaFernando Aguerre

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.