Dispara venda de televisões por causa do Super Bowl

Consumidores americanos devem comprar 3,9 milhões de aparelhos novos e de tela grande

Efe

30 de janeiro de 2008 | 19h16

A realização de mais uma edição do Super Bowl, final da Liga de futebol americano e que será disputada domingo entre New England Patriots e New York Giants, provocou um aumento na venda de televisores mesmo com a crise financeira que assola os Estados Unidos. Segundo pesquisa feita pela Federação Nacional de Vendas no Varejo (NRF, em inglês), os consumidores americanos devem comprar 3,9 milhões de aparelhos novos e de tela grande para assistir ao jogo, considerado o principal acontecimento esportivo, televisivo e publicitário do ano nos Estados Unidos.O total de vendas registrará um aumento de 50% em relação a 2006, o que é ajudado pelo fato de as redes de lojas americanas realizarem uma série de descontos por conta do Super Bowl.A audiência da edição deste ano é estimada entre 158 milhões de espectadores. Giants e Patriots se enfrentam no Estádio da Universidade de Phoenix, no Arizona.Cada pessoa deverá gastar uma média de US$ 59,90 dólares - 5% a mais que no ano passado - em produtos relacionados ao evento. O total deve chegar a US$ 9,5 bilhões, segundo a NRF.A Associação de Consumidores de Produtos Eletrônicos (CEA, em inglês) dos Estados Unidos também comemora, pois a projeção é que sejam adquiridos 2,4 milhões de televisores de alta definição (HDTV) por causa do Super Bowl.O estudo da CEA também revela que a experiência do Super Bowl não termina após o apito final da partida: 57 % dos proprietários de uma televisão de alta definição estão dispostos a navegar pela internet para ver o replay dos melhores momentos do partido ou até mesmo as propagandas.

Tudo o que sabemos sobre:
NFLSuper Bowl

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.