Djokovic e Federer ganham fácil na estreia

Sérvio defende o título do torneio inglês, no qual o suíço tenta a conquista pela 7ª vez; Sharapova também vence com folga

LONDRES, O Estado de S.Paulo

26 de junho de 2012 | 03h09

O sérvio Novak Djokovic começou a defesa de seu título em Wimbledon sem qualquer problema e atropelou o espanhol Juan Carlos Ferrero por 6/3, 6/3 e 6/1 na primeira rodada, ontem. O número 1 teve a honra de abrir a ação na Quadra Central após vencer Rafael Nadal na final de 2011.

Djokovic acha que seu favoritismo não é maior do que os principais adversários. "Rafa (Nadal), Roger (Federer) e eu estamos no mesmo nível e temos as mesmas condições de ganhar. E o piso (grama) não dá vantagem a nenhum de nós."

Em busca do seu sétimo título de Wimbledon, Roger Federer iniciou a sua campanha com uma vitória arrasadora. O suíço venceu o espanhol Albert Ramos por 3 sets a 0, com triplo 6/1.

S e conseguir o sétimo troféu, Federer vai igualar o recorde do norte-americano Pete Sampras. Para completar, a eventual conquista garantirá ao número 3 do mundo Federer a retomada do ranking mundial, que hoje pertence a Djokovic.

Já o sérvio Janko Tipsarevic, oitavo cabeça de chave, venceu o argentino David Nalbandian por 3 sets a 0, com parciais de 6/4, 7/6 (7/4) e 6/2. Esse foi o primeiro jogo de Nalbandian, que no domingo retrasado foi eliminado da final do Torneio de Queen's após machucar um juiz de linha ao chutar uma placa publicitária em momento de fúria durante o confronto diante do croata Marin Cilic.

Feminino. Líder do ranking mundial, Maria Sharapova não teve maiores problemas para confirmar seu favoritismo na estreia. A russa venceu a australiana Anastasia Rodionova por 6/2 e 6/3. Campeã de Roland Garros há pouco mais de duas semanas, Sharapova busca o seu segundo título em Wimbledon, depois de ter se sagrado campeã pela primeira vez em 2004, quando tinha apenas 17 anos.

Em confronto de tenistas que já foram número 1 do mundo, Kim Clijsters levou a melhor sobre a sérvia Jelena Jankovic e estreou com vitória. Mesmo diante da cabeça de chave número 18 do torneio, a belga venceu por 6/2 e 6/4.

Dona de cinco títulos de Wimbledon, Venus Williams sofreu a sua pior derrota no Grand Slam britânico. A ex-número 1 do mundo foi eliminada pela russa Elena Vesnina (6/3 e 6/1). Apesar do surpreendente revés, a tenista de 32 anos negou a possibilidade de se aposentar. "Eu não tenho tempo para sentir pena de mim", disse Venus.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.