Doda espera equipe forte de hipismo para o Brasil no Pan

O cavaleiro Álvaro Afonso de Miranda Neto, o Doda, deu uma alfinetada discreta na Confederação Brasileira de Hipismo (CBF), nesta quarta-feira, durante o lançamento oficial de uma etapa da Global Champions Tour, principal série de torneios do esportes, em São Paulo.Doda avisou que o Brasil deve se preocupar em montar uma equipe muito forte para conquistar a medalha de ouro em casa. "Eles têm de ter em mente que os Estados Unidos virão com força total. O Brasil tem chances de ganhar a medalha de ouro, mas vai ser a luta mais dura dos últimos tempos", avisou o cavaleiro.O brasileiro diz que já conversou com dirigente norte-americano que lhe garantiu: o país mandará seu melhor time, que virá ao Brasil de olho também nos gordos prêmios do torneio que leva o nome de Athina Onassis. O Pan vale vaga na disputa por equipes dos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008, mas a equipe dos Estados Unidos já está classifica, por ter sido vice-campeã mundial nos Jogos Eqüestres Internacionais, em agosto, na Alemanha.Doda disse que quer defender o Brasil no Pan, mas afirmou que não disputará o torneio em Arezzo, na Itália, que faz parte da contagem de pontos para a formação da seleção - disse que disputará um torneio em Long Beach, nos Estados Unidos, ao lado de Rodrigo Pessoa, na mesma época.Atualizada às 17h

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.