Jonne Roriz/Exemplus/COB
Jonne Roriz/Exemplus/COB

Dois boxeadores brasileiros vão à semifinal nos Jogos Olímpicos da Juventude

Luiz de Oliveira e Keno Marley não entraram no ringue para conseguir a classificação

Paulo Favero, enviado especial / Buenos Aires, O Estado de S.Paulo

15 Outubro 2018 | 14h30

O Brasil conseguiu colocar dois de seus três pugilistas nas semifinais do boxe nos Jogos Olímpicos da Juventude, que estão sendo disputados em Buenos Aires. Eles foram beneficiados por problemas de seus adversários. O único que foi eliminado foi Kauê Belini, da categoria até 69kg.

Porta-bandeira do Brasil nos Jogos da Juventude, Luiz de Oliveira, o Bolinha, acabou sendo beneficiado porque seu adversário não apareceu para a pesagem. Assim, Sultan Naeemi, do Afeganistão, foi eliminado e o boxeador avançou para a semifinal ao vencer por W.O. Nesta terça-feira, ele vai enfrentar Sarawut Sukthet, da Tailândia, na categoria até 52kg.

Quem também se deu bem sem ter de colocar as luvas foi Keno Marley. Ele iria enfrentar o italiano Naichel Millas, que acabou sendo desclassificado porque na luta anterior, contra Weerapon Jongjoho, da Tailândia, o europeu fez um gesto obsceno para a arbitragem e acabou sendo punido. Keno também avançou à semifinal.

Já Kauê teve um adversário duro pela frente. Ele encarou Jakhongir Rakhmonov, do Usbequistão, e foi derrotado por 4 a 1 na avaliação dos juízes após três rounds. Na quarta-feira, ele lutará novamente na disputa pelo quinto lugar de sua categoria. O brasileiro vai enfrentar Falaniko Tauta, de Samoa Americana.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.