Dois dias após título nas areias dos EUA, Guto/Saymon cai no quali na Rússia

Guto e Saymon foram do céu ao inferno em pouco mais de dois dias. Também foram de Cincinnati, nos Estados Unidos, até Moscou, na Rússia. O cansaço bateu mais alto e, 52h horas após o título em areias norte-americanas, a jovem dupla brasileira foi eliminada no qualifying do Grand Slam de Moscou. A competição na Rússia abre a parte mais importante da temporada 2016 do vôlei de praia.

Estadão Conteúdo

24 de maio de 2016 | 16h10

O primeiro título da carreira da dupla foi conquistado já na madrugada brasileira de domingo e, às 5h30 (pelo horário de Brasília) desta terça-feira eles já estavam em quadra novamente, num local com sete horas de diferença de fuso. Guto e Saymon abriram o dia com uma vitória em três sets sobre os locais Bogatov/Hudyakov, mas depois não resistiram a Plavins/Regza, da Letônia.

Estreando parceria com André Stein, o veterano Ricardo viajou a Moscou com antecedência para se adaptar ao fuso. A estratégia deu certo e os brasileiros venceram dois jogos para furar o qualifying nesta terça-feira, sobre Ivanovs/Sorokins e Huber/Seidl, ambos times austríacos.

Com a classificação de Ricardo/André Stein e eliminação precoce de Guto/Saymon, o Brasil terá quatro duplas na chave masculina de Moscou. Álvaro Filho/Vitor Felipe e os olímpicos Pedro Solberg/Evandro e Alison/Bruno Schmidt entraram direto na fase de grupos.

O Grand Slam de Moscou é o primeiro de uma série de cinco torneios de premiação máxima no Circuito Mundial, sendo seguido de eventos em Hamburgo (Alemanha), Olsztyn (Polônia), Porec (Croácia) e Gstaad (Suíça), todos na sequência, até 10 de julho. Depois ainda será jogado mais um torneio, em Klagenfurt (Áustria) antes da Olimpíada.

Até aqui, a temporada 2016 do vôlei de praia já teve 11 eventos, sendo que só um, no Rio, era válido como Grand Slam. Duda e Elize Maia ganharam dois Opens, mas tiveram que estrear em Moscou a partir do quali. Elas também avançaram à fase de grupos, vencendo fácil Numwong/Hongpak, da Tailândia.

A chave principal feminina em Moscou ainda terá Juliana/Taiana e as olímpicas Larissa/Talita e Ágatha/Bárbara Seixas. Os primeiros jogos serão nesta quarta-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
Vôlei de Praia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.