Dois recordes mundiais são quebrados em Xangai

Os dois primeiros recordes mundiais do Mundial de Natação em piscina curta (25 metros) de Xangai, na China, caíram nas últimas finais disputadas na manhã desta sexta-feira.Na final dos 200 metros medley masculino, o norte-americano Ryan Lochte marcou 1min53s31, e derrubou em 15 centésimos o tempo do húngaro Laszlo Cech, marcado em dezembro do ano passado, em Trieste, na Itália.Lochte, de 22 anos, ficou com a medalha de ouro sem enfrentar o brasileiro Thiago Pereira, que não se classificou e defendia o título conquistado em 2004, no Mundial de Indianapolis, nos Estados Unidos. Lochte ficou com a medalha de bronze naquela ocasião. O pódio foi completado pelo austríaco Markus Rogan, medalha de prata com o tempo de 1min55s68, e pelo russo Igor Berezutskyi, bronze com 1min56s64.Minutos depois, a equipe da Austrália pulverizou em mais de três segundos seu próprio recorde mundial do revezamento 4 x 100 metros medley, prova que o Brasil não disputou. A equipe, formada por Tayliah Zimmer, Jade Edminstone, Jessicah Schipper e Lisbeth Lenton, marcou o tempo de 3min51s84 - o recorde anterior, de 3min54s95, pertencia ao time australiano campeão em Indianapolis.A medalha de prata ficou com os Estados Unidos, com 3min55s65, e a de bronze com a China, com 3min55s76. Duas horas antes, Lisbeth Lenton havia conquistado a medalha de ouro nos 100 metros livre.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.