Dois timaços duelam em Munique

Bayern e Barcelona abrem hoje as semifinais da competição. Será um desfile de craques

MUNIQUE, O Estado de S.Paulo

23 de abril de 2013 | 02h07

Hoje é um dia de gala para o futebol. Bayern e Barcelona, dois times que jogam um futebol que dá gosto de ver e são repletos de craques, se enfrentam na abertura das semifinais da Copa dos Campeões.

Uma equipe como o Barcelona, que está entre as quatro melhores da Europa pelo sexto ano seguido, ganhou duas das quatro últimas edições do torneio e tem o melhor jogador do mundo, deveria ser naturalmente apontada como favorita. Mas, por incrível que pareça, se há um favorito nesse confronto para ir à final é o Bayern, que faz a melhor temporada de sua história e vem demolindo os adversários com a facilidade com que o Barça demolia os seus quando era dirigido por Pep Guardiola - que na próxima temporada assumirá a equipe alemã.

O Bayern foi campeão nacional com seis rodadas de antecedência e tem 20 pontos de vantagem sobre o Borussia Dortmund - que amanhã receberá o Real Madrid na outra semifinal. Tem 81 pontos (recorde do campeonato, e ainda faltam quatro jogos), marcou 89 gols em 30 partidas e levou só 14. Nas últimas quatro rodadas do Campeonato Alemão fez 20 gols (nove deles na vitória sobre o Hamburgo). Na Copa da Alemanha, chegou à final goleando o Wolfsburg por 6 a 1. E nas quartas de final da Copa dos Campeões bateu a Juventus por 2 a 0 sem dar a menor chance ao time italiano. E se o time espanhol tenta ir à final pela terceira vez em cinco anos, o Bayern luta para decidir o título pela terceira vez em quatro anos - foi vice-campeão em 2010 e 2012, perdendo para Inter e Chelsea.

"O Barcelona dominou o futebol europeu nos últimos anos, mas acredito saber como enfrentá-los e tenho confiança de que chegaremos à final", afirmou o técnico Jupp Heynckes.

Seu time terá trêsdesfalques: o meia Toni Kroos e o zagueiro Badstuber, que estão machucados, e o atacante Mandzukic, suspenso.

O Barça tem problemas na defesa - Puyol e Mascherano estão machucados, e Adriano cumprirá suspensão -, mas poderá contar com Messi desde o primeiro minuto. O craque argentino passou as duas últimas semanas se recuperando de uma lesão muscular na coxa direita e chega descansado para a partida.

"Para nós é muito bom ter de volta o melhor jogador do mundo. Ele está com muita vontade de jogar depois desse tempo em que ficou parado, e com certeza vai fazer uma grande partida", disse o meia Xavi, que não aceita que o Bayern seja rotulado como favorito. "Eles têm um timaço, mas não vamos a campo com medo. O Barcelona é o Barcelona."

Para tentar conter a avalanche ofensiva do Bayern, o Barça promete ser fiel ao seu estilo de ficar com a bola o máximo possível. "A chave do jogo estará na posse de bola. Se conseguirmos ficar com ela, teremos grande chance de conseguir um bom resultado. Se não conseguirmos, será o pior cenário possível", avaliou Xavi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.