Doping: húngaros suspensos por 2 anos

Os atletas húngaros Laszlo Fazekas eAdrian Annus, que perderam suas medalhas de ouro nos Jogos Olímpicosde Atenas por se recusarem a fazer exames de doping, forampunidos nesta sexta-feira pela Federação de Atletismo de seu país, com pena de dois anos de suspensão. Os atletas têm duas semanas para apelar da decisão à própria instituição, que terá um mês para tomar uma decisão definitiva. Apesar de realizar dois exames antidoping negativos, um antes dacompetição e o outro após sua vitória, Adrian Annus, campeãoolímpico do lançamento de martelo no dia 22 de agosto, foidesclassificado e perdeu a medalha de ouro por não se apresentar,cinco dias depois, a um exame antidoping fora de competição. Annus havia se negado a devolver a medalha antes do fim doprocedimento legal. Ele também não deve ser afetado pela suspensão,já que, depois dos Jogos, manifestou sua intenção de se aposentar. Seu compatriota, Fazekas, ganhou o ouro olímpico no lançamento dedisco no dia 23 de agosto, mas no dia seguinte foi desqualificadopor não ter entregue uma quantidade de urina suficiente no momento do teste.

Agencia Estado,

01 de outubro de 2004 | 17h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.