Douglas deve se despedir hoje do Corinthians

Meia tem proposta do futebol árabe e pode disputar a última partida hoje, contra o Vitória

Fábio Hecico, O Estadao de S.Paulo

23 de julho de 2009 | 00h00

Cristian e André Santos se despediram na terça-feira, antes do embarque para a Turquia. Vão defender o Fenerbahçe. Hoje, às 21 horas, diante do Vitória, no Pacaembu, mais um corintiano pode dar adeus ao clube: Douglas. A diretoria recebeu ontem uma proposta de R$ 10 milhões dos Emirados Árabes pelo camisa 10. Mandou uma contraproposta e pode, a qualquer momento, anunciar mais uma baixa no elenco. Siga online os jogos desta quinta pelo Campeonato Brasileiro, às 21 horasDouglas treinou normalmente ontem. Na saída do campo caminhou sozinho e pensativo. Parecia já estar imaginando como seria a despedida. Evitou entrevistas, não ligou para os gritos dos torcedores presentes ao Parque Ecológico e, o máximo que fez, foi falar rapidamente com o goleiro Felipe."A proposta veio, está na mesa", afirmou o diretor de Futebol Mário Gobbi. "Mas ainda não há nada definido." Pessoas no São Caetano, dono de 50% dos direitos do jogador, fazem de tudo para o acerto. Como tem só metade, o Corinthians pede aumento na oferta, apesar de já achar boa a proposta. "Não tive conversa com ele (Douglas) sobre negociação, pois vai valer o estabelecido para todos", disse o técnico Mano Menezes ao confirmar a escalação do meia. "Temos uma regra que estabelecemos para conduzir esses processos: sendo apenas especulado ou com proposta para chegar, joga", afirmou. "Se já foi negociado, não colocarei em campo, já que causa um desinteresse." Apesar de sonhar com a permanência de Douglas em seu discurso, Mano acabou se traindo ao falar sobre a carência de camisas 10 no País. "A gente tinha um."Ontem, o treinador parou o treino coletivo por diversas vezes, numa prova de que já começa a sofrer com as ausências. Além de André Santos e Cristian, negociados, não contará com Alessandro e William, machucados, e possivelmente com Jorge Henrique, gripado. "Quando se começa a mexer muito, os problemas aparecem. Contra o Vitória, temos de tomar cuidado para não sofrer muitos gols e não poderemos arriscar tanto", afirmou, numa clara demonstração de que terá dificuldades para reorganizar o time. "Mas não podemos ficar só lamentando. Você olha a posição do André e não encontra um que possa ser parecido. Mas um ano atrás ele também teve de provar, até crescer no Corinthians", justificou. "Seguindo com boa equipe, os outros que estão aqui vão sobressair."Diego será o lateral hoje. Com a sombra do jovem Dodô no banco de reservas. "Com dois dias de treinos seria muito arriscado colocá-lo para jogar. Mas pode entrar numa parte do jogo", afirmou Mano.Uma coisa é certa: a presença de Ronaldo. O Fenômeno baterá seu recorde de jogos em sequência com a camisa do time. Hoje fará o sexto e buscará o 18º gol no ano. No banco, Mano, com desfalques em todos os setores, estará torcendo para ele desequilibrar e para que os reforços cheguem logo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.