Richard Shiro / AP
Richard Shiro / AP

Draft de 2021 da NFL supera a audiência do Oscar nos Estados Unidos

Números, que foram revelados pelo site Sportico, mostram que a transmissão alcançou 12,5 milhões de espectadores

Redação, O Estado de S.Paulo

03 de maio de 2021 | 13h22

A primeira noite do Draft de 2021 da NFL superou a audiência do Oscar na TV americana. Isso segundo dados da empresa de pesquisa de marketing Nielsen. Os números, que foram revelados pelo site Sportico, mostram que a transmissão alcançou uma audiência total de 12.5 milhões de espectadores, superando em 2.1 milhões a exibição do Oscar.

O Draft de 2021 foi exibido em três canais: ESPN e ABC, do Grupo Disney, e NFL Network, plataforma de transmissão de jogos e conteúdo exclusivo da própria liga de futebol americano. A ESPN alcançou 6,48 milhões de espectadores, a ABC 4,19 milhões, enquanto a NFL Network 1,85 milhão. 

A  transmissão da cerimônia de entrega do Oscar, realizada no fim de semana anterior,  atingiu 10,4 milhões de espectadores. Desbancando a mais importante premiação do cinema, o Draft da NFL tornou-se o 25ª programa de TV mais assistido nos Estados Unidos, em 2021. 

O que é o Draft da NFL? 

O Draft consiste na seleção de atletas universitários. O evento acontece antes do início da temporada regular, na chamada offseason. Os 32 times que disputam a liga possuem três dias para selecionar novos reforços. A primeira escolha é a mais importante. Ela é atribuída ao time que teve o pior desempenho na temporada anterior. O campeão vai por último. 

Neste ano, a primeira escolha ficou com Jacksonville Jaguars, da Flórida. A franquia selecionou o quarterback Trevor Lawrence, da Universidade de Clemson, para reforçar sua equipe. Outra escolha importante foi a do Denver Broncos. A equipe descartou escolher um quarterback e optou pelo o cornerback Pat Surtain II, da Universidade do Alabama. A decisão pode estar relacionada a uma possível contratação de Aaron Rodgers, que demonstrou interesse em deixar o Green Bay Packers. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.