Eduardo Nicolau/AE
Eduardo Nicolau/AE

Drama da Argentina é parar Neymar

Segundo o volante do Internacional, Guiñazu, equipe argentina pretende parar o atacante 'sem pancadas'

GOIÂNIA, O Estado de S.Paulo

19 de setembro de 2012 | 03h08

GOIÂNIA - O técnico da Argentina, Alejandro Sabella, convocou quatro jogadores que atuam no Brasil para enfrentar a seleção de Mano Menezes. Entre eles, quem certamente começa jogando é o volante Guiñazu, um dos que também foram convocados por Sabella para as Eliminatórias da Copa de 2014. O volante do Internacional revelou que está preocupado com Neymar, mas disse que o time todo da Argentina vai tentar pará-lo sem "pancadas".

"Ele tem muita velocidade e dribla bem. É muito complicado deixar um jogador sozinho para marcá-lo. Ninguém consegue", afirmou. "Mas dar muita pancada também não adianta, porque o juiz marca. A bola não pode chegar nele." Na edição de 2011, Guiñazu travou um duelo particular com Neymar.

Sabella tem um problema muito maior que o de Mano, além de, claro, arrumar um jeito de parar Neymar. Ele não pode escalar simplesmente Messi, o melhor jogador do mundo, e jogadores tarimbados como Higuaín, Tevez, Dí Maria e Agüero, todos em grandes clubes da Europa. Sabella, no entanto, tem uma boa vantagem em relação ao treinador brasileiro. Boa parte dos convocados para o jogo desta noite treina há seis dias em Buenos Aires, o que em tese fará da Argentina um time mais organizado que o da seleção para esta partida.

A dificuldade do treinador é que durante o período de treinos ele não podia contar com atletas que atuam no Brasil, como os atacantes Barcos (Palmeiras) e Martínez (Corinthians), o meia Montillo (Cruzeiro) e Guiñazu (Internacional).

Por isso o técnico vinha preparando um time que talvez não comece a partida desta noite. Sabella chegou a treinar com três zagueiros e ensaiava uma formação mais conservadora.

O corintiano Martínez tem grande chance de começar jogando no ataque ao lado de Funes Mori, do River Plate, que briga com Barcos por um lugar no time.

BRASIL X ARGENTINA

Brasil: Jefferson; Lucas Marques, Dedé, Réver e Fábio Santos; Ralf, Paulinho e Jadson; Lucas, Luis Fabiano e Neymar. Técnico: Mano Menezes

Argentina: Ustari; Lisandro López, Sebá Domínguez e Desábato; Peruzzi, Maxi Rodriguez, Braña, Guiñazú e Clemente Rodríguez; Martínez e Barcos. Técnico: Alejandro Sabella

Árbitro: Carlos Amarilla (PAR)

Horário: 22h

Local: Serra Dourada, em Goiânia (GO)

TV: Globo e Pay-per-view

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.