Duelo com Argentina até no salto com vara

Brasil e Argentina podem ser rivais até no salto com vara. O "clássico" abrirá as provas de hoje no Estádio João Havelange, com o paulista Fábio Gomes, recordista sul-americano (5,77 metros), e o argentino Germán Chiaraviglio, campeão mundial júnior (5,71 metros). Uma briga direta pelo pódio entre dois atletas que, duelam apenas na competição."Nós já passamos um mês na Itália (em Formia), treinando com o Vitaly Petrov (técnico da recordista mundial Yelena Isinbayeva) e dividimos o quarto", explicou Fábio, que no último Sul-Americano, em maio, superou o vizinho. Chiaraviglio é o único campeão mundial de seu país. Segundo Petrov, pode ser um dos sucessores do ucraniano Sergei Bubka, cujo recorde mundial de 6,14 metros foi estabelecido há 13 anos. Mas sabe que não terá o apoio da torcida no João Havelange. "Fiquei sabendo que as pessoas vaiam das arquibancadas. Isso pode aumentar a confiança do Fábio", disse Germán, de 20 anos, ao jornal La Nación. O brasileiro fica até um pouco constrangido com isso. "Sei que não vai faltar apoio para mim. Mas as pessoas precisam entender que torcer contra não funciona no atletismo."Otimismo, porém, não falta ao atleta de Campinas. Fábio espera saltar até 5,80 metros, marca que lhe daria o novo recorde sul-americano e também dos Jogos. Germán, que tem 5,60 m como melhor salto do ano, sabe que terá de melhorar para ir ao pódio. Isso porque uma ameaça para briga direta de ambos vem do México: Giovanni Lanaro já saltou 5,82 m na temporada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.