Dunga diz que resultado tem de ser festejado

Dunga elogiou bastante o comportamento da seleção brasileira na difícil vitória sobre a Suécia por 1 a 0, ontem, em Londres, principalmente no segundo tempo, quando fez várias alterações e pôs em campo jogadores mais jovens, com idade olímpica: Alexandre Pato, Hernanes, Rafinha, Marcelo e Anderson. ''Fiz mudanças para dar mais velocidade ao time, apesar de saber que corria risco'', afirmou, bem-humorado e com ar de satisfação.O treinador ressaltou o bom desempenho do setor defensivo, embora o adversário tivesse criado algumas boas chances de gol em contra-ataques, sobretudo no primeiro tempo. ''O Julio Cesar fez três boas defesas e o Alex e o Lúcio também foram muito bem'', analisou. Dunga disse que o resultado precisa ser festejado, porque ''jogar contra a Suécia é sempre complicado, difícil''.A partida de ontem foi comemorativa pelos 50 anos do primeiro título mundial do Brasil, que, na final da Copa de 58, derrotou os suecos por 5 a 2. O presidente da CBF, Ricardo Teixeira, promete novo jogo festivo para o fim do ano, ''contra um grande adversário'', no Maracanã ou no Morumbi.A seleção volta a campo em junho para dois jogos pelas Eliminatórias Sul-Americanas, em que ocupa a 3.ª colocação, atrás de Paraguai e Argentina. No dia 15, enfrentará o Paraguai, em Assunção, e, no dia 18, receberá a Argentina, em Belo Horizonte. S.B.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.