Dunga será julgado pelo STJD

Pela primeira vez um técnico da seleção vai ser julgado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por ter sido expulso em jogo amistoso. Dunga e o meia Elano terão de responder no tribunal pelos atos no jogo do Brasil contra o México, em 12 de setembro, nos Estados Unidos. Dunga foi expulso por reclamação e Elano por falta violenta. A medida inédita em tribunais brasileiros decorre de nova orientação da Fifa. A entidade enviou o relatório do árbitro do jogo à CBF, para a qual pediu providências na esfera da justiça esportiva. A CBF então encaminhou a documentação ao presidente do STJD, Rubens Approbato. "Se houver condenação, encaminharemos a ata do julgamento à Fifa, para que ela possa dar seqüência ao caso, determinando de que forma os punidos devem cumprir a pena", disse Approbato.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.