Dupla masculina chega à semifinal na praia sem suar a camisa

A dupla brasileira Ricardo eEmanuel, campeã olímpica em Atenas, garantiu a vaga nasemifinal dos Jogos Pan-Americano contra o Canadá, ao derrotarnesta sexta-feira os irmãos mexicanos Ulises e RodolfoOntiveros por 21-14 e 21-16. Até agora, os brasileiros jogaram oito sets e malprecisaram suar a camisa para vencer. A diferença técnica paraas demais duplas faz com que as partidas pareçam simplestreinos, com os brasileiros visivelmente dosando o jogo paraevitar maiores desgastes. Emanuel, que já venceu oito vezes o circuito mundial devôlei de praia, não vê risco de a dupla brasileira sersurpreendida quando enfrentar um adversário mais forte. "Em todos os campeonatos é sempre assim. A gente começaenfrentando adversários mais fracos, que vêm do qualifying,para depois jogar com os mais fortes. Aqui não é diferente",observou. Ricardo garante que a dupla está focada em conquistar oouro pan-americano e que não vai "amolecer" pela facilidadeencontrada até agora. "O importante é que estamos impondo o nosso ritmo aos jogose os adversários estão aceitando. Os pontos têm saído com certafacilidade, mas na hora que ficar mais difícil temos como impormais velocidade." Na partida desta sexta-feira contra os mexicanos, a duplabrasileira forçou o saque no primeiro set e abriu logo umavantagem confortável. No segundo set, eles quebraram um pouco oritmo, preservando-se para semifinal. No sábado, Ricardo e Emanuel enfrentarão os canadensesKruger e Montgomery, a terceira dupla do país. As duasprimeiras preferiram se concentrar no circuito mundial,buscando uma vaga na Olimpíada de Pequim, em 2008. "Vi uma partida deles na etapa canadense do mundial,jogando contra outra dupla de lá. Nunca jogamos contra eles enão vamos facilitar", disse Ricardo, considerado o melhorbloqueador do mundo. A outra semifinal será disputada entre as duplas dosEstados Unidos e de Cuba.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.