Duplas brasileiras passam pelo quali e avançam à chave principal na Suíça

Apenas três dias depois de o Brasil preencher de forma brilhante o pódio das mulheres no Mundial de Vôlei de Praia, na Holanda, o País conseguiu nesta terça-feira a classificação de duas duplas para a chave principal do Major de Gstaad, na Suíça, que volta a valer pontos na corrida olímpica das brasileiras para os Jogos do Rio, em 2016.

Estadão Conteúdo

07 de julho de 2015 | 22h37

Fernanda Berti/Taiana, vice-campeãs mundiais, e Maria Clara/Carol venceram seus jogos pelo qualificatório e avançaram à fase de grupos da competição. Elas se juntam a Ágatha/Bárbara Seixas, que se sagraram campeãs no mundo no último sábado, Juliana/Maria Elisa, que ficaram em terceiro na Holanda, e Larissa/Talita. As três duplas já estavam asseguradas pela posição no ranking de entradas.

Maria Clara e Carolina, que venceram as russas Anastasia Barsuk e Daria Rudykh por 2 sets a 0 (21/17 e 21/14), estão no Grupo A, ao lado de Larissa/Talita, das chinesas Yuanyuan Ma e Xinyi Xia e das norte-americanas Lauren Fendrick/Brooke Sweat.

Fernanda Berti e Taiana enfrentaram no qualificatório as norte-americanas Amanda Dowdy e Heather McGuire, vencendo por 2 sets a 0 (21/13 e 21/12). Elas estão no Grupo D, junto com as alemãs Katrin Holtwick e Ilka Semmler - adversárias na semifinal do Mundial -, das austríacas Barbara Hansel e Stefanie Schwaiger e das russas Ekaterina Birlova/Evgeniya Ukolova.

"Observando de uma maneira positiva, é bom jogar o qualificatório para poder praticar um pouco nas quadras, conhecer o local. Mas pode ser oneroso se você acaba derrotado e é eliminado. O outro problema é que você tem que chegar um dia antes que os times já garantidos na fase de grupos. Se nós temos uma final no domingo em algum lugar e temos que estar no dia seguinte em outro torneio para o country quota ou qualificatório, é um pouco mais estressante", destacou Fernanda.

As campeãs mundiais Ágatha e Bárbara Seixas estão no Grupo B e enfrentam na primeira fase as alemãs Victoria Bieneck e Julia Grossner, as canadenses Jamie Broder/Kristina Valjas e as chinesas Fan Wang e Yuan Yue. Juliana e Maria Elisa encaram pelo grupo C Sayaka Mizoe e Takemi Nishibori, do Japão, Chantal Laboureur e Julia Sude, da Alemanha, e Louise Bawden/Taliqua Clancy, da Austrália.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.