Durval acha que ainda está longe da Copa

Convocado pela primeira vez na carreira para a seleção brasileira, Durval driblou a timidez e deu a sua quarta coletiva de imprensa desde que chegou ao Santos, em janeiro de 2010. No dia seguinte ao surpreendente chamado para o clássico contra a Argentina, em Buenos Aires, na decisão do Superclássico das Américas, o zagueiro santista disse que só de estar no grupo já faz com que se sinta realizado.

SANCHES FILHO / SANTOS , ESPECIAL PARA O ESTADO, O Estado de S.Paulo

15 de novembro de 2012 | 02h07

"Será importante vencermos (o jogo) para sermos lembrados no futuro", disse Durval. Com 10 títulos estaduais (três deles pelo Santos, quatro pelo Sport, um pelo Atlético-PR, um pelo Brasiliense e um pelo Botafogo-PB), duas Copas do Brasil (uma pelo Santos e uma pelo Sport), uma Libertadores da América e uma Recopa Sul-Americana (ambas pelo Santos), Durval acredita que foi convocado em razão de sua trajetória vitoriosa e disse que tem poucas esperanças de fazer parte do grupo que vai disputar a Copa de 2014. "Isso está longe ainda. Foi só a primeira convocação. A Copa do Mundo será daqui a dois anos e vou estar com 34 anos. Acho bastante difícil", completou o santista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.