Edemas no pulmão e cérebro mataram ciclista

O ciclista italiano MarcoPantani morreu em conseqüência de um edema cerebral e pulmonar,segundo os primeiros exames da autópsia realizados no hospital"Infiermi", em Rimini, na Itália, cidade em que o atleta morreu no sábado. "A parada cardíaca foi causada por um edema cerebral e estáexcluído qualquer tipo de traumatismo", disse o legisla Giuseppe Fortuni, responsável pelo exame. Apesar disso, acrescentou ele, serão necessários exames de laboratórios para determinar a causa dos edemas. "Não há ainda elementos nem para confirmar nem para excluir oconsumo de substâncias tóxicas. Serão necessárias algumas semanaspara ter os resultados dos exames histológicos e toxicológicos",acrescentou Fortuni.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.