Edmílson fratura cotovelo: 60 dias fora

Palmeirense se machuca após queda e passa por cirurgia hoje

Daniel Akstein Batista, O Estadao de S.Paulo

16 de abril de 2009 | 00h00

A lesão de Edmílson foi pior do que os médicos imaginavam. Levado para o Hospital São Luiz ainda durante o segundo tempo da partida de ontem, o atleta teve confirmada uma fratura no cotovelo direito, passará por cirurgia hoje pela manhã e deve ficar fora dos gramados por cerca de dois meses.O atleta caiu em cima do braço num lance do jogo, pouco antes de ser substituído. "Eu já ia tirá-lo e aconteceu aquilo. Coisas do futebol", disse Vanderlei Luxemburgo. "Nós lamentamos a lesão e agora vamos ter de criar outras alternativas."O time que vai enfrentar o Santos, sábado, no Palestra Itália, pelo jogo de volta da semifinal do Campeonato Paulista, será bem diferente do que o que atuou ontem. Além de Edmílson, machucado, Luxemburgo não poderá contar com os suspensos Cleiton Xavier, Sandro Silva e Marquinhos. Willians é outro que deve desfalcar o time. Com pubalgia, o atacante ainda precisa de um tempo para se recuperar, de acordo com o departamento médico do clube. Lenny e Ortigoza brigam pela vaga.No meio, Evandro deve ficar no lugar de Cleiton Xavier. "Vamos ter de atuar de maneira diferente", afirmou Luxemburgo. Para a vaga de Edmílson, o mais provável é que o treinador escale Marcão, num esquema com três zagueiros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.