Edu Dracena defende Muricy e projeta subida do Santos

O capitão Edu Dracena rebateu ponto a ponto as críticas que Muricy Ramalho vem recebendo de conselheiros e dirigentes santistas. Inúmeras fontes dão como certa a queda do treinador se o Santos não ganhar do Corinthians domingo. "É a cultura do futebol brasileiro. Quando não se ganha, a pressão é muito grande em cima do treinador", disse.

SANTOS, O Estado de S.Paulo

28 de fevereiro de 2013 | 02h06

"Com relação aos jogadores da base, o Santos tem a tradição de usá-la. De 10 anos para cá, quantos jogadores o Santos revelou? Por isso, a cobrança. Entendemos isso com muita naturalidade, mas não se pode queimar etapas'', considera.

Para Dracena, as cobranças são exageradas. No ano passado, o time não foi bem nas primeiras rodadas do Paulista, mas cresceu e conquistou o título. Ele acha que Muricy tem de ser respeitado e que a equipe deve começar uma arrancada no clássico com o Corinthians. Embora concorde que a equipe perderá na marcação com a ausência de Renê Júnior, o zagueiro tem certeza de que quem entrar vai substituí-lo à altura. / SANCHES FILHO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.