Edwin Moses se candidata à presidência da Wada

Duas vezes campeão olímpico na prova dos 400 metros com barreiras, Edwin Moses apresentou a sua candidatura ao cargo de presidente da Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês). O Comitê Olímpico Internacional (COI) informou que o ex-atleta norte-americano, que fez história no atletismo, apresentou a sua candidatura na semana passada.

AE-AP, Agência Estado

30 de julho de 2013 | 09h25

Moses é o terceiro candidato a entrar na briga pela presidência da Wada, que já tem como aspirantes ao cargo o britânico Craig Reedie, atual vice-presidente do COI, e o francês Patrick Schamasch, ex-diretor médico do COI.

Confirmado como candidato, Moses levou o ouro olímpico nos 400 metros com barreiras nos Jogos de Montreal, em 1976, e de Los Angeles, em 1984, sendo que ele ainda foi medalhista de bronze na mesma prova na Olimpíada de Seul, em 1988. O norte-americano também quebrou por quatro vezes o recorde do mundo desta distância com obstáculos, tendo ainda sido campeão mundial da mesma em 1983, em Helsinque, e em 1987, em Roma.

Desde quando se aposentou das pistas, o norte-americano vem desempenhando papel ativo no movimento contra o doping no esporte. Atualmente, ele é o presidente da Agência Antidoping dos Estados Unidos.

O comitê executivo do COI irá apresentar oficialmente os candidatos à presidência da Agência Mundial Antidoping em uma reunião da entidade marcada para o próximo dia 9 de agosto, em Moscou, na Rússia. Cabe ao movimento olímpico nomear um sucessor do australiano John Fahey, que deixará a presidência da Wada em novembro, depois de ocupar o cargo por seis anos.

Tudo o que sabemos sobre:
atletismoEdwin MosesWada

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.