AO VIVO

Confira tudo sobre a Copa do Mundo da Rússia 24 horas por dia

El Guerruj e Fredericks eleitos para o COI

Três atletas, o namíbio Frank Fredericks, o tcheco Frank Fredericks e o marroquino Hicham El Guerruj, e uma nadadora, a egípicia Rania Elwani, foram os mais votados nas eleições da Vila Olímpica de Atenas e serão membros do COI até os Jogos do ano de 2012, de acordo com o anúncio feito nesta quinta-feira. Fredericks obteve 1.849 votos, Zelezny somou 1.411, El Guerruj, 1.260 e Elwani ficou com 1.186 nas eleições realizadas entre 11 e 25 de agosto. No total, 32 candidatos concorreram às quatro vagas. Os ganhadores substituirão o canadense Charmaine Crooks, o alemão Roland Baar, o espanhol Manuel Estiarte e o britânico Matthew Pinsent. Pinsent havia substituído um dos escolhidos agora e que também venceu em Sydney, Zelezny, que renunciou depois. A assembléia do COI se reunirá em Atenas no dia 29 para cumprir com o trâmite formal de aprovação destas mudanças por meio de votação. Entre os esportistas que apresentaram sua candidatura para as eleições de Atenas estavam o jogador de basquete sérvio Dejan Bodiroga, os atletas Jefferson Pérez, do Equador, e Robert Korzeniowski, da Polônia, o ginasta romeno Marius Urzica, a jogadora de vôlei cubana Mireya Luis Hernández e o iatista argentino Carlos Espínola. Apenas oito mulheres apareciam entre os candidatos e uma delas ficou entre os quatro mais votados. Para poderem participar destas eleições, os atletas deviam estar inscritos nos Jogos de Atenas ou ter participado da edição de Sydney. Na Austrália, onde as eleições na Vila aconteceram pela primeira vez, oito esportistas foram eleitos. Os quatro mais votados -Sergei Bubka, Alexander Popov, Susie O´Neill e Robert Ctvrtlik- ficarão no COI até 2008 e os outros quatro deviam se retirar em 2004 ou se apresentar à reeleição. Em Atenas, 54,5 dos esportistas participaram da votação, contra 47,2 de Sydney.

Agencia Estado,

26 Agosto 2004 | 08h58

Mais conteúdo sobre:
olimpíadas 2004 olimpíadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.