Élber celebra gol e exalta chegada de Paulo Bento: 'Fará o Cruzeiro crescer'

O meia Élber é um dos principais destaques desse início irregular do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro. No duelo diante do Figueirense, no último sábado, por exemplo, foi ele quem iniciou a reação na busca pelo empate em casa por 2 a 2 com um lindo gol. O feito foi comemorado pelo jogador, mas não o impediu de apontar os defeitos do time já pensando no duelo com o Santa Cruz, quarta-feira, no Recife.

Agência Estado, Estadão Conteúdo

23 de maio de 2016 | 14h07

"É só prestar atenção no que foi a partida, finalizamos muito de fora da área, estávamos jogando um longe do outro. Para sair o gol, tive de fazer jogada individual. É jogar mais próximo para sair as coisas mais fáceis. A gente tem de errar menos, precisa chutar mais a gol, dar melhor o último passe, jogar mais compacto para as tabelas saírem. Se a gente jogar deste jeito, compactado, temos tudo para fazer grande resultado", avaliou.

O empate com o Figueirense também marcou a estreia do técnico Paulo Bento. Se o resultado não foi dos melhores, Élber fez questão de exaltar a chegada do português, elogiou sua forma de trabalho e pediu tempo para que o treinador possa se adaptar ao elenco, e vice-versa.

"A gente tem de assimilar o que ele tem para nos passar, para a gente aprender o mais rápido possível. Nova metodologia de trabalho, faz treino leve no dia do jogo, são coisas novas, filosofia nova, e o Cruzeiro tem tudo para aprender com ele", disse. "É um cara muito estudioso, que procura passar aquilo que ele sabe para a gente aprender e colocar em campo. Um cara que cobra muito, só passa coisas boas, tenho certeza que com mais tempo ele pode fazer a equipe crescer."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.