Eldorado-Brasilis: 17 veleiros largam

Os fogos lançados da Praia de Camburi hoje, às 12h33, em Vitória, anunciaram a largada dos 17 veleiros da quinta edição da Eldorado-Brasilis, a maior regata de vela oceânica do Brasil, rumo à Ilha de Trindade, o ponto mais distante da costa brasileira (1.168 quilômetros), retornando a Vitória - são 1.260 milhas náuticas de prova, cerca de 2.336 quilômetros. A viagem dura cerca de dez dias. Dos 18 veleiros inscritos, o luxuoso "Normandie", de Jadir Serra, construído em 1983, com 45 pés, não conseguiu zarpar do Iate Clube. Isso porque a tripulação perdeu a chave do motor."Vim de Porto Alegre para comandar o barco do Jadir e dei este azar.Agora, não temos o que fazer, fica para próxima. Ainda estamos procurando a chave", queixou-se Guilherme Streb, 33 anos, que participaria pela primeira vez da prova. Mais frustrante ainda foi para Wallemberg da Silva, 15 anos, aluno do Projeto Grael, com aulas de vela para cerca de 160 crianças de escolas públicas de Vitória. A poucos minutos da regata, Jadir ligou para a mãe do garoto para pedir permissão. "Estou muito nervoso, sempre quis participar da regata. Vou pegar algumas roupas correndo no armário aqui do Iate Clube para levar na viagem", dizia o garoto antes do imprevisto. Minutos depois, o sonho se tranformara em pesadelo: "ainda não estou acreditando, estou muito triste de ficar de fora." Esta seria a quinta participação consecutiva do "Normandie", na Eldorado-Brasilis. Com fortes ventos sul entre 17 e 20 nós, além de ondas de 1,5 metro, o "Galileo", de Walter Nunes, de 42 pés, largou na frente, mas em poucos minutos foi ultrapassado pelo favorito "OI/Nokia/Sorsa", do carioca Eduardo Penido, bicampeão da regata Santos-Rio. Em seguida, a geneoa (segunda vela do barco) do "Galileo" rasgou perdeu algumas posições. Na segunda posição, surgiu o Albatroz 1, de Ricardo Luiz Muller Pereira, de 36 pés. Antes da prova, Penido estava confiante: "o barco está muito bom e os ventos estão favoráveis para quebra de recorde", disse. O "Normandie Até Logo", também de Jadir Serra, de 28 pés, largou atrasado, mas conseguiu alcançar os líderes "OI/Nokia/Sorsa" e "Albatroz 1". Para surpresa de Jadir, duas horas depois, as duas genoas foram rasgadas e ele teve de retornar ao Iate Clube de Vitória, para buscar as velas reserva. Na véspera da prova, o trimarã "Mobius", do francês Olivier Thomas, de 60 pés, teve o stay de proa (cabo de aço da proa que segura o mastro) quebrado na Volta da Taputera, em que as equipes se apresentam em um percurso de 3 milhas náuticas. "Passei a noite arrumando o barco, o problema já foi resolvido. Agora, é torcer para não acontecer mais nada", dizia Olivier antes da regata partir. As embarcações estão sendo acompanhadas pelo "Supernova", de Oscar Müller, um catamarã de 54 pés, a motor e de alumínio, que este ano substituiu o "Tridente" da Marinha do Brasil. Os barcos competem nas classes IMS, RGS, Multicasco, ORC, Bico de Proa e Fórmula Eldorado - pela primeira vez dois barcos construídos rigorosamente iguais, de alumínio e 42 pés, competem entre si: O "Vininautos Nanuk" e "Vininautos Planckton", projetados pelo belga Thierry Stump. No "Vininautos Planckton", de Fábio Gandelman, participam cinco alunos da escola de vela BL3, com unidades em Ilhabela e na Represa Guarapiranga, em São Paulo. "Damos esta oportunidade para os alunos ganharem experiência. As funções serão divididas entre todos os tripulantes e os alunos vão poder vivenciar cada passo", disse Paulo Rodrigues, o Pêra, um dos donos da escola. No veleiro vizinho (Vininautos Nanuk), Nádia Megonn, é a capitã do barco, ao lado do amigo Thierry Stump e o seu filho Vinícius. A previsão da Capitania dos Portos de Vitória para os próximos dias é de ventos sudoeste entre 15 e 25 nós e ondas entre 2 e 3 metros. A quinta edição da Eldorado-Brasilis, com patrocínio de Cenoura e Bronze e Petrobrás Distribuidora, é uma realização da Rádio Eldorado.

Agencia Estado,

17 de janeiro de 2004 | 17h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.