Eldorado Brasilis terá arquibancada

A Prefeitura de Vitória, Espírito Santo, vai montar uma arquibancada para 1.500 pessoas na praia do Camburi. De lá, o público poderá acompanhar no dia 19 de janeiro a largada da terceira edição da regata de longo percurso Eldorado/Brasilis. Os organizadores da W60 já contam com 20 barcos inscritos, incluindo um único trimarã, barco de três cascos, o "Barracuda". "Nosso trabalho tem três objetivos principais: oferecer mais conforto ao público, melhorar a premiação da regata e atrair categorias profissionais", diz o secretário municipal de esportes de Vitória, Maurício Ribeiro de Souza. Além do "Normandie", mais dois barcos da cidade poderão participar da regata: o "Rajado", de 33 pés, e o "Gato Xadrez", de 36 pés. A Vuarnet Brasil está apoiando oficialmente a prova. Nesta quarta-feira, Fernando Luigi, da W60, e Plínio Romeiro, da rádio Eldorado, passaram o dia em Vitória, em reuniões com representantes da Prefeitura, Iate Clube do Espírito Santo e Capitania dos Portos. Entre outras decisões, os dois dirigentes confirmaram que 15 alunos (classe Optmist) da Escola de Vela criada por Lars Grael serão divididos pelos diversos veleiros na Volta de Taputera, regata de apresentação dos veleiros que será feita no dia 18 de janeiro, sexta-feira, véspera da largada. O Grêmio de Vela da Escola Naval definiu sua participação na Eldorado/Brasilis com o veleiro "Quiricomba/Opportunity". O comandante será o capitão de corveta Ricardo Dondeo, com grande experiência em longas travessias. Esta, entretanto, será a primeira vez que Dondeo participará desta competição de 1.260 milhas náuticas (2.336 quilômetros) entre Vitória e a Ilha de Trindade. "Fiz regatas entre Buenos Aires e Rio de Janeiro, Santos/Rio e outras. A novidade é que nesta estaremos em mar aberto, sem a costa por perto. Mas temos todas as informações necessárias para disputar a prova", explica o capitão. Ausência - O Grêmio da Marinha do Brasil venceu a primeira edição da regata, em 2000, com o "Albatroz". E, este ano, ficou em segundo lugar na categoria com o mesmo barco. A Escola Naval confirmou nesta quarta-feira que disputará a Buenos Aires/Rio, com largada dia 26 de janeiro, com o "Marlin/Petrobrás", comandado pelo capitão Luciano Lunardelli. Como o comandante Ricardo Dondeo, os nove tripulantes do "Quiricomba/Opportunity" também farão a travessia pela primeira vez. "Estamos trabalhando intensamente para as duas regatas. Os aspirantes não terão férias em dezembro por causa dos treinamentos. Mas isso é uma contribuição importante para a carreira deles", diz o comandante. O "Quiricomba" está recebendo alguns reparos e contará com um motor novo, um Volvo Penta. A previsão é que o barco seguirá do Rio de Janeiro para Vitória entre os dias 10 e 15 de janeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.