Eleição em SP acaba na Justiça

A eleição na Federação Paulista de Ginástica foi parar na Justiça. A candidata da oposição, a professora de ginástica Ana Paula Adami Serine, alega várias irregularidades no processo que definiu a terceira reeleição de Clarice Morales para mandato de quatro anos. O processo está na 40ª Vara Cível da Capital. O Estado procurou a presidente eleita, mas não obteve retorno.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.