Márcio Fernandes/Estadão
Márcio Fernandes/Estadão

Eliminado, Gabriel Medina já pensa na etapa de surfe do Rio

Surfista deve retornar ao Brasil e se preparar para próximo evento

O Estado de S. Paulo

15 de abril de 2015 | 23h37

O brasileiro Gabriel Medina deu adeus ao Drug Aware Margaret River Pro, etapa do Circuito Mundial de Surfe, ao perder para Jay Davies na segunda fase. E agora já começa a pensar na próxima etapa, que será disputada no Rio de Janeiro. Como foi eliminado precocemente no evento, ele já prepara as malas para retornar ao País, onde ficará com a família e treinará no quintal de sua casa em Maresias.

"Bom, hora de ir pra casa! Obrigado senhor, obrigado Austrália por todos os momentos. Foram quase dois meses aqui e só foi o começo, tem muita coisa ainda para acontecer. Até ano que vem", escreveu o surfista em sua conta pessoal no Instagram. Ele deixa o país com um 13º lugar na primeira etapa, um quinto na segunda e um 25º na terceira.

Medina também aproveitou para elogiar o desempenho de seu adversário na bateria decisiva. "Parabéns Jay pela vitória e boa sorte para o resto do evento", afirmou o atleta, que também foi elogiado pelo rival. "Não podia estar mais feliz. Sinto pelo Gabriel, que está brigando pelo título, mas tenho de comemorar porque venci um dos meus ídolos em uma das melhores ondas do mundo. Essa é minha primeira competição na elite do Circuito Mundial de Surfe e fico emocionado em vencer o atual campeão. Espero seguir em frente", afirmou Jay Davies.

O surfista brasileiro se prepara agora para a próxima etapa, que será realizada de 11 a 22 de maio na Barra da Tijuca. Pela primeira vez o garoto de Maresias vai surfar diante da torcida brasileira após ter se sagrado campeão mundial e a expectativa é muito grande. "Até o Brasil galera! Hora dos treinos. Vou continuar torcendo para os brasileiros que ainda estão no evento", concluiu Medina.

Tudo o que sabemos sobre:
surfeCircuito MundialGabriel Medina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.