Em boa fase, sul-africana Caster Semenya faz melhor tempo do ano nos 400 metros

A temporada de 2016 começou boa para a sul-africana Caster Semenya. Neste sábado, no Campeonato Nacional da África do Sul, a corredora venceu a prova dos 400 metros com o melhor tempo do ano e com o índice do país para os Jogos Olímpicos do Rio, em agosto. Com 50s76, Semenya bateu a marca obtida pela norte-americana Jaide Stepter em Los Angeles, no mês passado.

Agência Estado, Estadão Conteúdo

16 de abril de 2016 | 10h50

Na competição realizada na cidade de Stellenbosch, perto da Cidade do Cabo, Caster Semenya também venceu a prova dos 800 metros com 1min56s48, novamente o melhor tempo do ano. Nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, Semenya foi medalha de prata nesta prova e também já fez índice para o Rio-2016. Em Mundiais, foi campeã em 2009 com a marca de 1min55s45.

Com 25 anos, Caster Semenya volta à ativa nesta temporada após passar os dois últimos anos sofrendo com lesões no joelho e troca de treinador.

Depois de brilhar em 2009, a sul-africana enfrentou uma polêmica que a fez ficar parada por 10 meses porque teve a sua feminilidade contestada e teve de se submeter a testes de DNA. Os exames comprovaram que a atleta é portadora de uma deficiência cromossomática que lhe confere características masculinas e femininas.

Tudo o que sabemos sobre:
Los AngelesCaster SemenyaDNA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.