Annegret Hilse/Reuters
Annegret Hilse/Reuters

Em busca de vaga olímpica, handebol do Brasil conhece rivais no Pan de Lima

Seleção masculina está em grupo com Porto Rico, Cuba e uma equipe que será definida por uma repescagem

Redação, Estadão Conteúdo

02 de março de 2019 | 10h45

O handebol do Brasil conheceu na noite de sexta-feira os seus primeiros rivais, tanto no masculino como no feminino, dos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru, que acontecerá entre o final de julho e o começo de agosto deste ano. A modalidade é uma das que a competição continental dará vaga direta ao campeão para os Jogos Olímpicos de Tóquio, no Japão, em 2020.

Atual pentacampeã pan-americana no handebol feminino, o Brasil foi sorteado para o Grupo A ao lado de Porto Rico, Cuba e uma seleção que será definida por uma repescagem entre Chile, México, Guatemala e Canadá, que acontece entre os dias 26 e 28 de março, na Cidade do México.

A outra chave da competição feminina ficou com Argentina, República Dominicana, Estados Unidos e Peru - as argentinas são as grandes favoritas ao lado do Brasil. Os dois melhores de cada grupo avançam para a semifinal, respeitando o cruzamento olímpico.

No masculino, o Brasil, que é o atual campeão pan-americano e venceu três das últimas quatro edições, acabou ficando no Grupo B, com Porto Rico, México e Peru. Na chave A estão Argentina, Cuba, Estados Unidos e o vencedor da repescagem, que acontece entre os dias 11 e 13 de abril com Chile, República Dominicana e Colômbia. O regulamento é o mesmo do evento feminino.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.