Em busca do Rio-2016, seleção de hóquei leva 9 a 1 na estreia do Pan

O Brasil sabia que não tinha chance de vitória diante do Canadá, mas tomou um chá de realidade na primeira rodada do hóquei sobre a grama masculino nos Jogos Pan-Americanos de Toronto. Mesmo contando com atletas holandeses e britânicos naturalizados, levou 9 a 1 dos donos da casa, um dos favoritos ao ouro.

Estadão Conteúdo

14 de julho de 2015 | 22h21

O Pan é mais importante para a seleção de hóquei sobre a grama do que para qualquer outro time do Brasil. Afinal, para ter direito ao convite para os Jogos Olímpicos de 2016, o País precisa ficar entre os seis primeiros em Toronto - são oito equipes na disputa.

A meta do Brasil nesta primeira fase, de grupos, é não terminar no último lugar da chave. A equipe, que ainda vai enfrentar o México e Chile, com jogos na quinta-feira e no sábado, tem como objetivo mais realista vencer os chilenos.

No hóquei, diferente das outras modalidades coletivas, os quatro times avançam para as quartas de final, quando o primeiro de uma chave enfrenta o quarto da outra, o segundo pega o terceiro e assim por diante. Mesmo se perder e não avançar à semifinal, o Brasil briga pelo sexto lugar no Torneio de Consolação.

Na rodada desta terça-feira foi possível avaliar os possíveis rivais por este sexto lugar. Trinidad & Tobago levou 11 a 0 da Argentina, favorita ao título. EUA e Cuba ficaram no 3 a 3, enquanto o Chile fez 3 a 2 no México.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.