Em cadeira de rodas, Diego Hypolito retorna ao Brasil

Com o pé direito inchado e em cadeira de rodas, o ginasta Diego Hypolito desembarcou no início da tarde desta terça-feira no Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim, no Rio de Janeiro. Ele explicou que a vontade de vencer foi a principal responsável pela sua contusão.De acordo com o atleta, a previsão é de que ele precise ficar cerca de três semanas em recuperação. Mesmo assim, Diego contou que o problema não o impedirá de chegar em 100% de suas condições físicas para a disputa dos Jogos Pan-Americanos do Rio, que começam no dia 13 de julho."Fiz uma série que não estava preparada. Não queria ficar em segundo ou terceiro. Minha vontade era de ganhar", disse Diego, que se contundiu no último domingo, durante disputa da final dos exercícios de solo da etapa francesa da Copa do Mundo de Ginástica. "Eu não tinha resistência suficiente no meu pé para fazer as acrobacias. Mas ainda bem que não foi nada grave."Diego contou que descansará nesta terça em sua casa, no Rio. Só na quarta que ele fará uma ressonância magnética para ter a noção exata da gravidade da contusão. O ginasta destacou, ainda, que não está frustrado e que o ritmo de sua preparação para o Pan terá de ser diminuído.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.