Helvio Romero/AE
Helvio Romero/AE

Em chegada, Muricy admite 'outra realidade' do Barça

Segundo o treinador santista, equipe catalã possui qualidade técnica e tática superior

DANIEL AKSTEIN BATISTA, Agência Estado

20 de dezembro de 2011 | 09h15

SÃO PAULO - Em meio ao conturbado desembarque do Santos no aeroporto de Guarulhos (SP), nesta terça-feira pela manhã, o técnico Muricy Ramalho conversou brevemente com a imprensa para fazer novos comentários sobre a derrota por 4 a 0 para o Barcelona, no último domingo, em Yokohama, pela final do Mundial de Clubes da Fifa. No pouco que falou, porém, o treinador admitiu que hoje a equipe espanhola está em um patamar superior ao da equipe brasileira em sua parte técnica e tática.

Cercado pelos vários seguranças que escoltaram a delegação santista, o comandante lembrou que não pode reclamar da temporada vivida pelo clube da Vila Belmiro, que voltou a ganhar a Copa Libertadores depois de 48 anos e ainda faturou o bicampeonato paulista.

"Chegamos a três finais este ano, querem mais o quê?", questionou Muricy aos jornalistas ao responder a uma pergunta durante o desembarque. Em seguida, o técnico escancarou o abismo técnico que hoje separa o Santos da equipe espanhola. "O Barcelona é um caso à parte. A gente tem a nossa realidade, eles têm a deles", reconheceu.

Já ao ser questionado se errou ao sacar Elano do time titular diante do Barcelona e escalar uma equipe com três zagueiros, Muricy deu risada e disse a um repórter que ele "estava de brincadeira" ao fazer esta pergunta. Porém, após optar pela escalação de uma formação inédita, o treinador viu seu time ser massacrado pela equipe espanhola já no primeiro tempo, apesar de Elano ter entrado na equipe ainda na etapa inicial, depois de o lateral Danilo pedir para sair por causa de lesão.

Por causa da participação no Mundial de Clubes, Muricy deu férias aos titulares do Santos até 20 de janeiro, quando eles se reapresentam visando o início da preparação para a temporada de 2012. No dia seguinte, o time estreia no Campeonato Paulista contra o XV de Piracicaba, fora de casa. A tendência é a de que os titulares só atuem no torneio estadual a partir de fevereiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.