Em Curitiba, Adilson luta para apagar má impressão da estreia

Técnico começou com empate e vaia no Morumbi; hoje, longe de casa, quer tirar proveito da campanha do time como visitante

Bruno Deiro,

27 de julho de 2011 | 01h30

Vaiado em três dos cinco jogos que fez em casa neste Brasileiro, o São Paulo tenta se redimir longe de sua torcida, às 21h50, contra o Coritiba. Na capital paranaense, o time do Morumbi quer manter o retrospecto favorável e as boas atuações como visitante para buscar o primeiro triunfo sob a batuta de Adilson Batista.

No último jogo, na estreia do treinador, o Tricolor deixou o campo sob vaias após o empate por 2 a 2 com o modesto Atlético-GO (17.º colocado).

A chance de redenção vem embalada pelas boas exibições que o São Paulo tem mostrado fora de seus domínios. Em seis jogos como visitante, a equipe venceu quatro. Nos 3 a 0 sobre o Internacional, no Beira-Rio, não se intimidou com a torcida contrária e dominou os donos da casa.

"O time está amadurecendo, fizemos bons jogos fora do Morumbi", diz o lateral Juan.

Para o zagueiro Rhodolfo, o ideal é repetir hoje a eficiência mostrada em Porto Alegre. "Contra o Inter, a gente marcou bem e saímos rápido para o ataque. Temos de repetir isso em Curitiba para saímos com a vitória",

O zagueiro, que havia reclamado da falha de marcação nos gols do Atlético-GO, mudou o discurso e dividiu a culpa. "Erramos nos dois lances, mas a falta de atenção foi do grupo", disse ele. "Mas estávamos muito bem no jogo, com 70% de posse de bola."

Mesmo time. Com poucas dúvidas, Adilson Batista deve manter o mesmo time da última partida, com a dupla de ataque formada por Lucas e Dagoberto. Rivaldo, que marcou o segundo gol com a camisa do São Paulo após quase 6 meses, outra vez será o armador. Em sua maior sequência como titular, o meia de 39 anos, que foi substituído nos três últimos jogos, dificilmente deve atuar por 90 minutos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.