Em festa, Palmeiras decide futuro

Clube, que está a 5 pontos do líder do Brasileiro, faz 94 anos; otimistas, sócios votam sábado projeto da arena

Daniel Akstein Batista, O Estadao de S.Paulo

26 de agosto de 2008 | 00h00

A semana do vice-líder do Campeonato Brasileiro promete agito, festa e decisão. A vitória sobre a Portuguesa por 4 a 2, anteontem, serve como uma cereja no bolo de aniversário palmeirense: além de saltar para o segundo lugar na tabela, o clube comemora hoje 94 anos de história e, no sábado, seus associados votam a aprovação do ambicioso projeto da Arena Palestra.O embate político entre situação e oposição tem agitado o clube nas últimas semanas. O presidente Affonso Della Monica mandou uma carta aos palmeirenses: "Estamos a alguns dias de uma das datas mais importantes da história da nossa Sociedade. E não me refiro ao 94º aniversário do Palmeiras, que muito nos enche de orgulho, mas sim à votação da Assembléia Geral de Sócios no próximo dia 30", diz um trecho.Della Monica sabe que o futuro do Palmeiras depende dos associados. O contrato com a WTorre, empresa responsável pelas obras e pela gestão do estádio nos próximos 30 anos, já está pronto. Mas o presidente demonstra preocupação: a oposição contra-ataca e, apesar de dizer que deseja ver a Arena Palestra sair do papel, discorda em vários pontos.O grupo aliado ao ex-presidente Mustafá Contursi é contra o tempo de contrato com a WTorre, reclama que houve pouco debate a respeito das reformas e acredita que o retorno financeiro será pequeno. "A bandeira Palmeiras tem um valor muito mais alto do que está sendo oferecido", diz Mustafá.Antes de votar pela aprovação da Arena no sábado, o palmeirense terá de ir às urnas para definir uma modificação no estatuto (a concessão do direito de superfície ). A oposição é contra duas votações no mesmo dia. E diz que só a primeira deve ocorrer. Se aprovada a mudança no estatuto, o Conselho Deliberativo deve convocar outra data para aprovar a Arena.As duas alas trabalham forte e prepararam informativos para distribuir aos sócios. Hoje, a comemoração é única - e diz respeito aos 94 anos do clube. Quatro dias depois, no entanto, os palmeirenses irão se dividir sobre o futuro do Palestra Itália. Apesar da força da oposição, o cenário é favorável para que a Arena vire realidade.CONFIANÇANa verdade, a comemoração alviverde apenas continua hoje. A festa já começou após o triunfo sobre a Lusa e os tropeços de Grêmio, Cruzeiro e Botafogo. Favorecido pela combinação de resultados, o Palmeiras pulou para a segunda colocação, a cinco pontos do líder Grêmio. A torcida está empolgada e confiante no título. No domingo, o confronto será contra o Atlético-PR, na Arena da Baixada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.