Abelardo Mendes Jr./rededoesporte.gov.br
Abelardo Mendes Jr./rededoesporte.gov.br

Em grande fase, Marcus D'Almeida conquista 6º título brasileiro de tiro com arco

Após ser o primeiro medalhista brasileiro em mundial da categoria, Marcus se torna hexacampeão do torneio nacional com 23 anos

Redação, Estadão Conteúdo

13 de novembro de 2021 | 16h48

O Campeonato Brasileiro de tiro com arco terminou neste sábado, em Maricá, no Rio de Janeiro, com títulos individuais de Marcus D'Almeida no masculino e de Ana Luiza Caetano no feminino. Para Marcus, que tem apenas 23 anos e vive uma grande temporada, foi o sexto ouro da carreira na disputa individual do torneio nacional.

A medalha do jovem arqueiro veio após uma vitória por 7 a 1 sobre Bernardo Oliveira, que ficou com a prata, enquanto Matheus Zwick levou o bronze para casa. Marcus conquistou mais dois ouros, um na competição masculina por equipes, disputado ao lado de Marcelo Costa Filho e Mateus Almeida, e outro nas duplas mistas, atirando junto com Ane Marcelle.

Os três títulos deste sábado apenas reforçam o grande momento do atleta, nono colocado na Olimpíada de Tóquio. No final de setembro, nos Estados Unidos, ele se tornou o primeiro medalhista da história do Brasil na história do Mundial da categoria ao conquistar a medalha de prata. Seis anos antes, já havia feito história ao ganhar um ouro no Mundial Júnior, no que foi um anúncio do que estava por vir.

Na final, Marcus D'Almeida foi logo abrindo 4 a 0 sobre Bernardo. Sofreu um ponto e depois fez mais três seguidos para fechar a sexta conquista nacional individual com imponentes 7 a 1.

Nas disputas femininas, Ana Luiza Caetano levou o ouro depois de vencer Marina Gobbi, de virada, por 6 a 2. A medalha de bronze ficou com Ane Marcelle, que levou o ouro nas duplas mistas com Marcus, batendo Ana Luiza e Marcelo Costa Filho na final, além de ter vencido a disputa feminina por equipes, ao lado de Ana Luiza e Natalie Souza.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.