Em Iowa, Hunter-Reay comemora 1ª vitória na temporada da Indy

O norte-americano Ryan Hunter-Reay não escondeu o alívio ao comemorar sua primeira vitória na temporada 2015 da Fórmula Indy, na madrugada deste domingo. O piloto da Andretti, campeão em 2012, brilhou neste fim de semana ao chegar na frente na etapa de Iowa, nos Estados Unidos.

Estadão Conteúdo

19 de julho de 2015 | 10h08

"Este carro finalmente entrou nos trilhos", afirmou o piloto, que tinha chegado entre os cinco primeiros apenas uma vez na temporada até então. "Nesta prova tivemos que trabalhar muito. Depois de uma temporada difícil, esta corrida foi muito boa", comemorou Hunter-Reay, aliviado.

A corrida deste fim de semana foi marcada por um contratempo do líder do campeonato. O colombiano Juan Pablo Montoya teve problemas na suspensão de sua Penske na 11ª volta e abandonou a disputa, abrindo o campeonato. O ex-piloto da Fórmula 1 ainda lidera a classificação, mas agora sofre a ameaça dos rivais.

Ele tem 445 pontos, contra 403 do americano Graham Rahal, que aproveitou o vacilo do rival para encostar. Ficou em quarto neste domingo e se aproximou. O neozelandês Scott Dixon teve menos sorte. Foi apenas o 18º em Iowa. Mas manteve a terceira colocação geral, com 397.

Dixon segue à frente de Hélio Castroneves. O brasileiro foi o 11º colocado da corrida e ocupa o quarto lugar geral, com 391 pontos. Tony Kanaan, que não completou a prova, é o nono, com 324 pontos. O brasileiro enfrentou problemas mecânicos em sua Ganassi neste fim de semana.

A etapa de Iowa teve ainda o americano Josef Newgarden na segunda colocação e seu compatriota Sage Karam em terceiro no circuito oval.

HOMENAGEM - A corrida foi precedida de um minuto de silêncio para lembrar a morte do francês Jules Bianchi, piloto da Fórmula 1 que morreu na sexta-feira, após passar os últimos nove meses em coma. Bianchi estava internado em Nice, na França, desde que sofreu grave acidente no GP do Japão, em Suzuka, em outubro do ano passado.

Mais cedo, antes da prova principal do dia, o inglês Max Chilton venceu a corrida da Indy Lights, categoria de acesso, e dedicou seu triunfo a Bianchi. O britânico, emocionado ao lembrar a morte do amigo, foi companheiro do francês na equipe Marussia entre 2013 e 2014, na F1.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.