Em Lins, duelo de artilheiros que andam em baixa

Dodô, pela Portuguesa, e Pedrão, pelo Linense, ainda não balançaram as redes neste Estadual. Ambos [br]tentam quebrar jejum

Anelso Paixão, O Estado de S.Paulo

22 de janeiro de 2011 | 00h00

Ainda sem marcar em 2011, Dodô, autor de 10 gols em 15 jogos no Campeonato Brasileiro da Série B de 2010, é a principal esperança da Portuguesa para o duelo de hoje, às 19h30, contra o Linense, em Lins. Mesmo sendo titular nos dois primeiros jogos do Campeonato Paulista, o artilheiro não esconde a vontade de acabar com o jejum. "Como atacante, é claro que penso nisso, mas o importante é vencer. Se der para conquistar a vitória e marcar gol, melhor ainda. Se não der, que venham os três pontos", disse.

A novidade da Portuguesa para hoje é a volta do meia Marco Antonio, recuperado de contusão na panturrilha da perna esquerda. O atleta de 26 anos treinou normalmente ontem, no Canindé, e seguiu para Lins.

Na equipe do interior, porém, dois artilheiros também estão com sede de gols. Aos 30 anos, Fausto, conhecido em Lins como Chuck Norris, só marcou uma vez, contra o Santos, na estreia, quando também desperdiçou um pênalti. Pedrão, 32 anos e goleador do Estadual de 2009 pelo Grêmio Barueri com 16 gols, segue sem marcar. Os dois estão escalados para o duelo.

Também às 19h30, o Mogi Mirim busca sua segunda vitória na competição, contra o Mirassol, que vem de derrota para o Santos por 3 a 0. No time da casa, Antônio Carlos Zago ainda não poderá contar com a dupla ofensiva: Denílson e Fábio Sanches. Os dois não apareceram no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF.

Antes, às 17 horas, Bragantino e Santo André lutam pela primeira vitória na competição. Ambos vêm de empate na quarta-feira.

Mais uma demissão. Depois da queda de Toninho Cecílio no São Caetano, ontem foi a vez de o Grêmio Prudente, com nenhum ponto em dois jogos, demitir o treinador: Rogério Micale. O interio Fábio Giuntini dirige a equipe amanhã, contra o Santos.

HISTÓRIA

54

anos é o tempo que Portuguesa e Linense não se enfrentam em jogos oficiais. O último foi no

Estadual de 1957: 0 a 0

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.