Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Em Londres, Marílson chega em 5o na maratona; prova foi a 'mais sofrida'

O brasileiro Marílson dos Santos chegou em 5o lugar na maratona dos Jogos Olímpicos de Londres neste domingo, com tempo de 2h11min10s, no que considerou a prova "mais sofrida" de sua vida.

Reuters

12 de agosto de 2012 | 11h26

"Foi a maratona mais sofrida da minha vida. Eu já corri muitas provas... e nunca tive tanta raça como tive hoje, lutei até o fim por uma medalha", disse o atleta, que foi ouro no Pan-Americano de Guadalajara em 2011 (10.000 m).

Marílson estava no quarto lugar no percurso, mas na reta final foi superado pelo norte-americano Mabrahtom Keflezighie.

Esta foi a segunda vez que o brasileiro, de 35 anos, disputou uma Olimpíada. Em Pequim-2008, Marílson não terminou a prova.

O pódio da prova foi dominado pelos africanos. Stephen Kiprotich, de Uganda, levou o ouro com tempo de 2h08min01s. Os quenianos Abel Kirui (2h08min27s) e Wilson Kipsang (2h09min37s) ficaram com as medalhas de prata e bronze, respectivamente.

Os outros dois brasileiros que participaram da prova, Paulo Roberto de Almeida Paula, de 33 anos, e Franck Caldeira, 29 anos, chegara em 8o e 13o lugar, respectivamente.

Paulo Roberto completou a maratona com tempo de 2h12min17s e Caldeira, com 2h13h35.

Emocionado, Paulo Roberto disse ao final da prova que, apesar do esforço, não conseguiu fazer a sua melhor marca.

"No quilômetro 38 não pude fazer minha marca melhor, mas dei meu sangue", disse.

Essa é a primeira vez desde Barcelona-1992 que o atletismo brasileiro não conquista medalha em Olimpíada.

(Por Pedro Fonseca; Edição de Maria Pia Palermo)

Tudo o que sabemos sobre:
OLIMPMARATONABRASILEIROS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.