Em má fase, Yane Marques disputa o Mundial de olho em vaga olímpica

Medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos de Londres, Yane Marques tem nesta semana a chance de carimbar o seu passaporte para o Rio. Para isso, a brasileira precisa chegar ao pódio do Campeonato Mundial de Pentatlo Moderno, que começou nesta segunda-feira e vai até domingo em Berlim.

Estadão Conteúdo

30 de junho de 2015 | 15h41

"Certamente iremos encontrar um nível altíssimo na competição, porque já começou a corrida para a classificação olímpica e ninguém quer perder a chance de garantir a sua vaga. Estou em uma fase muito boa de treinos, principalmente pela oportunidade de passar pela França antes de seguir para a Alemanha", comenta Yane.

Bronze no Mundial de 2013, a pernambucana não vive boa fase. Foi apenas 14.ª na edição passada da competição, em 2014, e também na Final da Copa do Mundo, no início do mês, na Bielo-Rússia. Nas três etapas da Copa do Mundo neste temporada, conseguiu um 15.º, um 21.º e um 24.º lugares.

Entre as mulheres, sete atletas já estão classificadas para os Jogos do Rio. Atual campeã olímpica, a lituana Laura Asadauskaite venceu a Final da Copa do Mundo e carimbou o passaporte. O Campeonato da Ásia/Oceania garantiu vagas a três chinesas, um sul-coreana, uma japonesa e uma australiana.

No Mundial, estarão em jogo outras três vagas, para as melhores colocadas que já não estejam classificadas. Além disso, a competição vale pontos para o ranking mundial, que vai definir outras sete pentatletas que virão ao Rio. Os donos da casa têm direito a um convite na Olimpíada, mas só em caso de a vaga não ser obtida pelos critérios universais.

Além de Yane, o Brasil será representado por Larissa Lellys e Priscila Oliveira. Yane e Priscila depois embarcam para os Jogos Pan-Americanos, onde estarão em jogo outras cinco vagas olímpicas, sendo uma obrigatoriamente para a América do Sul.

No masculino, o Brasil será representado no Mundial por Enrico Ortolani e Felipe Nascimento. O número de vagas nos Jogos do Rio e os critérios de disputa são os mesmos. Desde 2004 o País não classifica um atleta para a Olimpíada.

O Mundial de Berlim tem a fase de classificação masculina nesta quarta, com a feminina na quinta. Depois, as finais masculina e feminina são na sexta e no sábado, respectivamente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.