Em Madri, tenistas querem evitar ´olhares mal-intencionados´

O Masters Feminino de Tênis reunirá a partir desta terça-feira, em Madri, as oito melhores jogadoras da temporada, que também são algumas das mulheres mais belas do esporte. Por esse motivo, as tenistas que participarão do torneio pediram, nesta segunda, para que os garotos que ficarão ao redor da quadra se concentrem exclusivamente nas bolinhas, e que evitem "contorcer" o corpo em busca de ângulos privilegiados, que nem mesmo as implacáveis lentes dos fotógrafos conseguem pegar."Eu realmente penso que eles sabem o que têm de fazer dentro da quadra. Por isso, devem manter o olhar fixo nas bolinhas, somente nelas", explicou a russa Elena Dementieva, número oito do mundo. "Penso que a nossa presença será apenas uma distração para que eles realizem satisfatoriamente o trabalho", complementou a russa.Os organizadores do evento decidiram colocar garotos para pegar as bolas das mulheres por causa das críticas recebidas durante a organização do Masters Series de Paris, no último mês, onde jovens garotas ficaram encarregadas de repor as bolas para os tenistas da ATP.Além de Dementieva, participarão da competição as belgas Justine Henin-Hardenne e Kim Clijsters, a francesa Amelie Mauresmo, a suíça Martina Hingis e as russas Maria Sharapova, Nadia Petrova e Svetlana Kuznetsova."Eu sou casada, por esse motivo eles só podem olhar, não tocar", contou Henin-Hardenne, atual número três do mundo, que briga ao lado de Sharapova e Mauresmo para terminar a temporada em primeiro no ranking da WTA.Quem também fez o seu comentário sobre o dever dos jovens pegadores de bola foi Clijsters, atual número seis do ranking. "Outro dia, eu estava conversando com a Sharapova, dentro de um táxi, e comentei que havíamos recebidos alguns olhares agradáveis" explicou a belga. "Desde que façam seu trabalho, não há problemas."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.