Divulgação
Divulgação

Em meio à polêmica, polo aquático só empata na estreia no Mundial

Seleção fica no 9 a 9 contra a China e encara campeões olímpicos

Estadão Conteúdo

27 de julho de 2015 | 11h53

A polêmica envolvendo o goleiro reserva Thyê Mattos, acusado de ter abusado sexualmente de uma mulher durante os Jogos Pan-Americanos de Toronto, parece ter afetado a concentração dos jogadores da seleção brasileira de polo aquático. Nesta segunda-feira, no primeiro jogo da equipe após a revelação do escândalo, o Brasil não passou de um empate por 9 a 9 a China na sua estreia no Mundial de Esportes Aquáticos, que está sendo realizado em Kazan, na Rússia.

A seleção brasileira conquistou resultados expressivos nas últimas semanas, com a medalha de bronze na Liga Mundial e a prata no Pan, resultado que foi ofuscado na última sexta-feira com a revelação de que Thyê está sendo acusado por abuso sexual no Canadá - o atleta acabou deixando Kazan e retornou ao País no último domingo.

O Brasil até teve a chance de vencer, mas desperdiçou duas penalidades. Felipe Perrone foi o artilheiro da equipe no jogo com quatro gols. Gustavo Guimarães (dois), Josip Vrlic (dois) e Guilherme Gomes foram os autores dos outros gols da equipe.

O técnico do Brasil, o croata Ratko Rudic, lamentou os erros cometidos diante da China. "O time entrou um pouco nervoso e cometeu erros na defesa. Não pode ter falta de concentração e tomar gols como levamos no jogo. Mas foi uma estreia. Eu penso que a comissão técnica vai avaliar o vídeo da partida e fazer as correções necessárias para a sequência do Mundial", disse.

Felipe Perrone reconheceu que a falta de concentração afetou o desempenho da equipe. "Foi um desempenho abaixo do esperado. O time pode jogar bem melhor. Fica a lição de que não se pode entrar sem concentração no Mundial. Mas como eu disse é focar jogo a jogo. O nosso pensamento volta agora para a Croácia. O Brasil já ganhou deles na Liga Mundial e, com certeza, os croatas virão com tudo para cima da gente."

O próximo compromisso do Brasil no Mundial será nesta quarta-feira, às 15h30 (horário de Brasília), diante da Croácia, a atual campeã mundial, que estreou na competição com vitória sobre o Canadá por 12 a 7, no outro duelo da primeira rodada do Grupo A. Na Super Final da Liga Mundial, a seleção derrotou os croatas por 17 a 10.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.