Em nova equipe, Jadel mira volta à boa fase no atletismo

Sem conseguir resultados expressivos há um bom tempo, Jadel Gregório tenta dar uma nova guinada em sua carreira neste ano. Sem clube desde 2009, o saltador brasileiro acaba se tornar novo atleta da equipe ASA, de São Bernardo do Campo (SP), e assinou um contrato para esta temporada e para a de 2012 com o seu novo parceiro.

AMANDA ROMANELLI, Agência Estado

30 de junho de 2011 | 16h10

No final do ano passado, Jadel voltou ao Brasil depois de um longo tempo morando em Londres. E, de volta ao País, ele ainda luta para conquistar índice para poder participar do Mundial de Daegu, na Coreia do Sul, entre o final de agosto e o início de setembro, e também para defender o País nos Jogos Pan-Americanos, em outubro, em Guadalajara, no México.

Com a nova equipe, Jadel espera retomar o caminho das medalhas nas principais competições internacionais. Caso conquiste os índices obrigatórios, ele mira uma boa participação no Mundial e no Pan com o objetivo de voltar à sua melhor fase no atletismo.

Quando viveu seu auge, o atleta foi vice-campeão mundial em Osaka, em 2007, ano em que ainda levou duas medalhas de prata em Mundiais indoor, primeiro em Budapeste, em 2004, e depois em Moscou, em 2006. Também em 2007, o atleta foi medalha de ouro no Pan do Rio e ainda brilhou ao quebrar um recorde sul-americano, que durava 32 anos e pertencia a João Carlos de Oliveira, o João do Pulo. Ele saltou 17,90m e bateu a marca de 17,89m, obtida no Pan de 1975, no México.

Tudo o que sabemos sobre:
atletismoJadel Gregório

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.