Em rede social, filho de Anderson Silva pede aposentadoria do pai

Kalyl Silva também usou seu Instagram para elogiar Chris Weidman, que manteve o cinturão dos pesos médios

O Estado de S. Paulo

02 de janeiro de 2014 | 15h42

SÃO PAULO - A lesão de Anderson Silva no UFC 168 continua causando muitas dúvidas em quem acompanha ex-campeão dos pesos médios de perto. Mesmo já tendo admitido à seus médicos que deseja voltar aos octógonos, a família do lutador pode fazer sua decisão mudar. Kalyl Silva, um dos cinco filhos do atleta, postou uma foto em seu Instagram em que elogia Chris Weidman e anseia pela aposentadoria do pai.

"Todo o respeito ao Chris por ir lá e lutar como um campeão. Parabéns, Chris. É a sua vez de ser uma lenda. Todos aqueles que odeiam meu pai estão em festa e não vieram falar comigo, não é minha culpa. Mas quero ver vocês fazerem o que ele faz. Espero que ele se aposente e vá para casa, porque eu estou cansado de ver meu pai treinar todos os dias, ficar dois ou três meses fora. Uma perna quebrada acontece... E como sempre, você é o MEU campeão, pai. E, mais uma vez, bom trabalho Chris", escreveu o garoto em inglês.

No último sábado, Anderson Silva viu o sonho de recuperar o cinturão dos pesos médios acabar de maneira trágica. Após um chute em Chris Weidman, o brasileiro quebrou dois ossos da perna esquerda e deve ficar de três a seis meses afastado. Seus 38 anos, a gravidade da lesão e a parecer de seus familiares devem ser fatores preponderantes na decisão final do atleta em caso de aposentadoria. 

Reprodução

Tudo o que sabemos sobre:
ufcanderson silvamma

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.